Táticas de pesca

* Como o achigã, os tucunarés costumam nadar em ambientes com troncos, barrancos e pedrais – esconderijos preferidos dos pequenos peixes - à espreita de uma presa. Com a experiência do seu guia, você saberá exatamente onde deve arremessar.

* Os tucunarés normalmente nadam em pequenos cardumes em busca de suas presas, muitas vezes atacando outros peixes com furor. Quando esta situação se dá, arremesse sua isca o mais depressa possível sobre os tucunarés. Quanto mais rápido fizer isso, maior é a chance de pegar o peixe. Os tucunarés são vorazes e altamente competitivos. Arremesse sempre uma isca ou mosca bem perto de qualquer peixe fisgado. Com certeza há outro tucunaré por perto (atraído pela comoção). Se o ataque não trouxer resultados, continue pescando nas imediações.

* Os pescadores novatos costumam puxar o anzol depressa demais quando pescam em águas superficiais com iscas ou moscas. Os tucunarés muitas vezes só batem de leve na isca quando é lançada e só a mordem quando passam por ela pela segunda vez. É difícil lembrar-se disso no princípio, mas não puxe o anzol no primeiro ataque. Se não conseguir vir à mosca depois de alguns segundos, baixe a ponta da vara e segure o mais firme que puder. Os grandes tucunarés têm uma pele muito dura em volta da boca e tendem a se aferrar à isca ou mosca com firmeza.

* Se o peixe não fisgar a isca na primeira tentativa, continue movendo o anzol. Se for paciente, o peixe voltará e baterá no anzol duas ou três vezes. Se o peixe perder o interesse rapidamente, lance uma isca ou mosca subaquática. Isso costuma incitar a um novo ataque pharmacymg.com.

* Nunca subestime a força de um grande tucunaré. Se o peixe de dirige a algum tipo de estrutura com troncos, rochas, ou pedrais, aplique uma pressão lateral à vara e tente “guiar” o peixe em outra direção. Se mantiver a manivela tensa demais, é provável que se rompa ou que arranque a linha. Se o peixe conseguir se resguardar nessa área, não se renda. Mantenha a ponta da vara sempre alta e a linha frouxa para aproveitar as escapadas de último minuto.

* A cor da mosca ou da isca não parece ser tão importante como o tom. Num dia ensolarado, use iscas ou moscas de cores claras. Os tons escuros são melhores em condições de pouca luz.

Dicas básicas sobre iscas para ajudá-lo a pescar mais

Em geral, é melhor começar com uma isca de superfície. Se a água estiver turva ou mexida, a isca de superfície com hélice (como a RipRoller de 6,5” e 7,5”) atrairá a atenção dos peixes. Se a água estiver completamente calma (e/ou clara), o melhor seria usar uma isca de superfície mais discreta como a Heddon ‘Zara Spook’ de 4 ½, 3/4 oz.

Se o peixe se negar a subir à tona, troque a isca por outra subaquática. Se a água estiver clara, as iscas SEM som são úteis (por exemplo, “Red Fin” de 7”, ‘ oz de Cotton Cordell). Se a água está turva, use iscas com som (por exemplo, “Mag-Trap de ¾ oz ou “Super-Trap” de 1 – 1 ½ oz de Bill Luis).

Se fizer calor e o dia estiver ensolarado, a melhor opção seria uma isca de profundidade como, por exemplo, Bill Luis “Rattle Trap” (“Mag-Trap” de 3/4 oz ou “Super-Trap” de 1 – 1/2 oz).

Uma boa provisão de anzóis tipo ‘bucktails’ de ½ oz (de água salgada) provocará ataques de peixes que estão desovando e não em modo alimentação. Procure variar o método até que os peixes comecem a picar.